terça-feira, 9 de abril de 2013

Oiti - A Arvore da Cidade e do Campo -Temos Mudas de Arvores de Oiti para Vender

oiti
Arvore de Oiti

OITI (Licania tomentosa)


Ocorrência  do Piauí ao norte do Espírito Santo e vale do Rio Doce em Minas Gerais
Outros nomes  oiti da praia, guaili, oiti cagão, oiti mirim, oitizeiro
Características  espécie que atinge altura máxima de 15 m , com tronco de 30 a 50 cm de diâmetro. Copa frondosa e as raízes não são agressivas. As folhas são simples, alternas, elípticas, alongadas, de 7 a 14 cm de comprimento por 3 a 5 cm de largura, pilosas em ambos os lados e de cor verde-clara, quando novas, tornado-se glabras, a pilosidade se destaca quando esfregamos a folha. Quando completamente formadas possuem bordas lisas, superfície lisa e brilhante, cor verde-escura e persistente durante o ano todo. As flores são pequenas e brancas, produzidas em inflorescências (cachos) e resultam  na formação de grande quantidade

de frutos por planta. Os frutos, quando maduros,
apresentam coloração amarela. A planta produz grande
quantidade de frutos de tamanho médio, polpa fina,
 forma ovalada, com cerca de 5 cm de comprimento
e a maior parte tomada por um grande caroço bem resistente,
que é a semente, envolta em massa amarela, pegajosa e
 fibrosa, aroma agradável e saborosa. Um Kg de sementes
 contém aproximadamente 84 unidades.
Habitat  floresta pluvial atlântica
Propagação sementes
Madeira  pesada, dura, resistente, de longa durabilidade.
Utilidade  fornece ótima sombra, devido à sua copa frondosa,
 sendo por isso perfeita para plantio em praças, jardins,
ruas e avenidas, principalmente em regiões litorâneas.
 Frutos comestíveis, com amêndoas ricas em óleo
 e muito procurados pela fauna. A madeira é usada
 para postes, estacas, dormentes e construções civis.
 Indicada para reflorestamentos mistos de áreas degradadas.
Florescimento  junho a agosto
Frutificação - janeiro a março
http://www.vivaterra.org.br/arvores_nativas_2.htm#oiti

Nenhum comentário:

Postar um comentário